terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Ano novo

Todo brasileirinho nato tem esse toque de ano novo...Vida nova...Novos planos... Promessas...Novos sonhos...

Na realidade cada dia é um novo dia!

Porem as atitudes do ser humano é que diversificam seus dias...

Ao invés de perder tempo com atitudes mesquinhas o ser pode direcionar toda sua energia em fazer do seu dia, um dia melhor!

Eu estou satisfeita em estar vivendo um dia de cada vez...

Vejo o sol nascer, a chuva cair, a noite chegar e me esbaldo na madrugada. Minha companheira nas horas de insônia.

Viver! Simplesmente viver!

Sou feliz por viver o ano novo, o ano velho, todos os anos da minha vida!

Vingança

O lindo é um ser humano com muitos atributos e inúmeras qualidades!

O rapaz é inteligente! Honesto! Caridoso! Educado!

Pacifico! Bonito! E sem balelas a lista vai longe...

Porem tudo tem um lado negativo...

O lado obscuro do ser humano é vingativo!

Do tipo toma lá da cá.

Ele vai remoendo magoas... O ressentimento vai corroendo seu intimo...

Ele precisa dar o troco, pagar na mesma moeda!

O lindo esquece que todos seres humanos cometem erros (repetir os mesmos erros é falta de vergonha)...

O bom samaritano não tem medo de dar o troco e receber uma gorjeta polpuda.

Para o bom rapaz mimado, com orgulho ferido o que realmente importa é por todo seu sentimento de revolta para fora e se vingar!

Ele não pode literalmente ficar por baixo, pois se sente menosprezado.

Compreender, relevar os erros alheios para que?

Por que ele um ser supremo deve esquecer e perdoar as atitudes alheias?

Grande parte dos seres humanos confabula destes gestos.

Esquecendo de que todos possuem sentimentos e a mesma capacidade de sonhar, amar ou simplesmente se vingar.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Hipocrisia absoluta

A língua parece que coça, sinto náuseas, comichões...

Eu tenho de falar!

Se realmente, Deus existir e toda essa balela que contam por aí, for realidade, estou perdidinha... Trilhei meu caminho para o purgatório!

Causa-me estranheza, mas é absolutamente normal a resignação dos seres humanos em dar no intuito de receber (não no sentido obsceno da palavra).

Vou para uma instituição religiosa para pedir a Deus, algo que me interessa .

O ser humano comporta-se como Deus ordenou a mais de dois mil anos atrás, pois está escrito (em algum lugar, o qual eu sempre esqueço, mas deve ser na bíblia, ou no evangelho, apesar de que tanto faz, acho que existe uma variação dependendo da religião do ser humano).

Alguns seres humanos (mau caráter na opinião de alguns, ou espertinhos na opinião de outros) fazem uso desses ensinamentos desde os primórdios para obter lucro e controlar os demais seres humanos (desprovidos de inteligência, ou inocentes).

O ser humano busca na religiosidade o caminho para o crescimento material! Lógico!

O ser humano não vai a uma igreja pedir em oração para que a filha da vizinha enriqueça.

Outros pedem até o marido alheio como presente!

Algumas almas mais caridosas ocupam seu tempo implorando pela vida alheia, saúde, paz e blá, blá, blá...

Mas normalmente lembra-se de Deus para pedir carro, emprego, namorado (coitado do ouvido desse senhor, imaginem tudo o que não lhe é pedido, fora àqueles que esbravejam pensando que o ser é surdo), ou pela cura de doenças... As quais provavelmente os seres humanos adquirem por maus hábitos (em todos os sentidos, pelo uso de drogas, má alimentação e diversas formas de degradação do corpo humano).

O ser humano se droga à vontade, cai na esbornia e quando adoece... Reza, ou seja, chora, pede, faz carinha de coitadinho porque está dodói.

São vitimas de si próprio.

Porem, desesperadamente vamos pedir a salvação divina... Deus “cura”... Ele salva e perdoa a tudo e a todos, faz milagres, cura câncer...

Alguém precisa ser o bode expiatório... É necessário concertar os erros alheios e ter uma base de apoio para sobrevivência.

Temos a disposição (dependendo de quanto podemos pagar, “doar, contribuir, desprender-se, fazer caridade”) diversos modelos como apoio, tem para todo o gosto (ninguém fica descontente): - Pai de santo, pastor, padre, monge, cartomante, médium, (os modelos mais atualizados encontram também na versão feminina). Tudo depende da necessidade do irmão (cliente, ops... vitima, rs).

Digamos que os seres humanos mais entendidos nos assuntos espirituais têm aptidão aguçada para ver, ouvir e conversar com os espíritos vindos do alem.

Os profissionais em assuntos espirituais sabem o que os necessitados de ajuda querem ouvir... É só pedir: - As mais jovens procuram pelo namorado (ex), ”trago seu amor de volta”, rs, as mais senhoras pedem auxilio para tirar a amante do caminho, e vice-versa, rs, os casais procuram auxilio para curar doenças ou tirar o filho das drogas, lutas incessantes contra doenças em geral, desde os mais jovens aos idosos... A procura pela vitória do time de futebol do coração é grande, reza-se ate mesmo para ganhar na loteria, tirar notas boas no colégio, existem promessas para arrumar um emprego!

O ser humano é admirável, pois é muito habilidoso e criativo... Existem servos do senhor Jesus que tem habilidade em conversar em línguas estranhas (porta voz do capeta!), não é língua estrangeira não é “estranha”, às vezes é a comunicação do espírito santo (sei lá).

Para que termos princípios, ética, dignidade, se Deus salva e perdoa tudo, basta se arrepender de coração e pedir perdão!

O caminho é simples e fácil tudo depende das atitudes dos seres humanos.

Mas quando almejamos alem do que poderíamos ter, nos tornamos insatisfeitos e a culpa é toda de Deus.

A responsabilidade é de Deus ele é o nosso pai eterno, somos todos filhos de Deus.

Simples assim e bem fácil, o ser viveu e morreu (a mais de dois mil anos atrás), tornou-se um ícone e mais do que isso, símbolo de paz, fraternidade, amor, esperança, charlatanismo, comercio, manipulação, exploração e já que o ser humano não está aqui para se defender ele é o culpado de tudo.

Você já viu quantos seres humanos que procuram por Deus para ter algum beneficio próprio? É só pedir que ele atende, se você não receber a encomenda é porque não merece (tem de fazer por merecer).

Quantos seres humanos você conhece que não pedem nada a Deus?

É um sistema de barganha, vou ate uma igreja rezar para “SE DEUS QUISER” eu alcançar a graça desejada!

Se não é hipocrisia absoluta qual nome posso dar a tais atitudes?

Podem reclamar espernear, mas eu falei e pronto.

Estou feliz em dizer que o ser humano é mesquinho.

Eu não tenho interesse em ir para o paraíso!

Beatas e afins que criticam a si mesmas, e aos demais que divergem de suas opções religiosas... Podem criticar a minha opinião, pois eu estou criticando abertamente a opinião dos seres religiosos. E eu não tenho fé, religião e muito menos acredito em Deus ou Jesus, demônios, anjos, santos ou qualquer balela do gênero, aff...

Acredito que existem diversos casos de seres humanos que necessitam de tratamento psiquiátrico rigoroso!

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Companhia desagradável

A companhia não é agradável, pois o ser humano é digno de adjetivos esdrúxulos... Tipo assim... Pessoa chata! Pessoa mal humorada! Pessoa impertinente! Pessoa intransigente! E afins...
Então, por qual motivo os demais seres permanecem em companhia de este ser desalentador?

Insatisfação pessoal

Mal humorada entediada e preguiçosa, além de rabugenta!
Não temos nenhum conto de fadas, com uma senhora madrasta ou bruxa.
Trata-se apenas de um ser humano insatisfeito, e sabe-se que sua insatisfação é interna.
Difícil é saber qual o tratamento adequado para suas mazelas, pois, a digníssima não está satisfeita com nada do que é oferecido.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Pipocando ideias aterrorizantes

Erschrecken e/ou terrorisieren significa aterrorizar em alemão.
Através das palavras alguns seres humanos se sentem aterrorizados... Outros sentem se espantados! E tem aqueles que se sentem realizados.
Escrevo relatos das peripécias do nosso pensamento e do nosso dia a dia.
Mas, causa espanto e acaba por assustar seres humanos de natureza mais sutil.
É óbvio que farei uso das palavras para definir ideias aterrorizantes que estão pipocando no meu humilde cérebro, mesmo causando desilusão ou frisson aos desavisados.

Endocrinologista

Relacionamento, “modelo mal resolvido”, que tem o rebento o qual pede a união dos progenitores.
Ex-marido (amargurado) modelinho roubada (coitada da pobre vitima que se envolve com o ser humano), que pega o filhote para os fins de semana e telefona para a ex-mulher praticamente todos os dias. E não se apega a mais ninguém por desilusão amorosa, esporadicamente ele pega uma ou outra desavisada para suprir suas necessidades masculinas e descarta as coitadas (tipo... Copinho descartável).
Ex-mulher (depressiva) modelinho encrenca (nada interesseira, que não se preocupa com bens matérias, coitada) telefona incisivamente no final de semana que o filhote passa na companhia do progenitor, para saber se o rebento está recebendo tratamento adequado, quer saber quantos puns o garotinho soltou. Eterna vitima indefesa e solitária, desprovida de seus sonhos por conta da terrível desilusão amorosa (e/ou financeira).
Porém, após determinado tempo de separados... Sem compromisso aparente com outros seres humanos, (ela nega os boatos de um affair na igreja evangélica onde a coitada foi buscar apoio para a lasciva solidão que acomete seus dias), digamos que por única e exclusiva culpa da difamada sogra.
A sogra em questão é a mãe da ex-mulher. É a sogra sado masoquista. A dominadora (ela acaba com a própria vida, caso a filha reate com o ex-marido), invade a privacidade do casal, palpite distribui furtivamente. Não admite o enlace da filha com um ser humano desprovido de atributos financeiros! Criou a filha com tanto esmero para que sua princesinha se tornasse rainha e não plebéia.
O casal de obesos (que foram namorados belos e saudáveis, dentro das medidas recomendáveis), acredita que buscando tratamento com médico endocrinologista talvez exista a salvação para a relação.
Provavelmente com a situação financeira estabilizada (com bom rendimento financeiro), corpinho de atleta e toda dedicação e carinho (carro zero) que um pai e esposo apaixonado podem oferecer (presentes importados, viagens, casa de luxo... tarará, tarará!)... A relação decole (após o tratamento com endócrino, regime, dieta balanceada, exercícios físicos, antidepressivos), pois o casal vai estar leve!
Quem sabe o rapaz seja induzido a aceitar o senhor supremo (ela está investindo em religião) e se torne digno (nada de errado abdicar do fumo, do álcool, da cafeína, dos prazeres mundanos e afins...) reestruturando a sua família.
Os ambientes ficaram agradáveis com a presença do casal feliz e leve. É exaustivo tolerar as antipatias e amarguras dos fofinhos desiludidos (dizem que todo gordinho é simpático, agradável e feliz... Detalhe básico, salvo rara exceção do casal fofinho).
Endocrinologista também é cupido!
P.S. Dinheiro é sinonimo de união matrimonial e de sogra mansa...

Plágio do estilo

Existem seres humanos que apenas copiam.
Tipo assim... Baseiam-se em textos, narrativas, histórias, jornais, revistas e afins englobando diversos temas, referindo-se através do contexto de outros.
Adota-se a maneira de escrever de outros.
É o plágio do estilo.
É um sistema de fonte de inspiração!

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Strep tease

A vida e/ou o ser humano merecem um "strep tease"!
Um relato desnudado de hipocrisia é um verdadeiro "strep tease".