quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Hipocrisia absoluta

A língua parece que coça, sinto náuseas, comichões...

Eu tenho de falar!

Se realmente, Deus existir e toda essa balela que contam por aí, for realidade, estou perdidinha... Trilhei meu caminho para o purgatório!

Causa-me estranheza, mas é absolutamente normal a resignação dos seres humanos em dar no intuito de receber (não no sentido obsceno da palavra).

Vou para uma instituição religiosa para pedir a Deus, algo que me interessa .

O ser humano comporta-se como Deus ordenou a mais de dois mil anos atrás, pois está escrito (em algum lugar, o qual eu sempre esqueço, mas deve ser na bíblia, ou no evangelho, apesar de que tanto faz, acho que existe uma variação dependendo da religião do ser humano).

Alguns seres humanos (mau caráter na opinião de alguns, ou espertinhos na opinião de outros) fazem uso desses ensinamentos desde os primórdios para obter lucro e controlar os demais seres humanos (desprovidos de inteligência, ou inocentes).

O ser humano busca na religiosidade o caminho para o crescimento material! Lógico!

O ser humano não vai a uma igreja pedir em oração para que a filha da vizinha enriqueça.

Outros pedem até o marido alheio como presente!

Algumas almas mais caridosas ocupam seu tempo implorando pela vida alheia, saúde, paz e blá, blá, blá...

Mas normalmente lembra-se de Deus para pedir carro, emprego, namorado (coitado do ouvido desse senhor, imaginem tudo o que não lhe é pedido, fora àqueles que esbravejam pensando que o ser é surdo), ou pela cura de doenças... As quais provavelmente os seres humanos adquirem por maus hábitos (em todos os sentidos, pelo uso de drogas, má alimentação e diversas formas de degradação do corpo humano).

O ser humano se droga à vontade, cai na esbornia e quando adoece... Reza, ou seja, chora, pede, faz carinha de coitadinho porque está dodói.

São vitimas de si próprio.

Porem, desesperadamente vamos pedir a salvação divina... Deus “cura”... Ele salva e perdoa a tudo e a todos, faz milagres, cura câncer...

Alguém precisa ser o bode expiatório... É necessário concertar os erros alheios e ter uma base de apoio para sobrevivência.

Temos a disposição (dependendo de quanto podemos pagar, “doar, contribuir, desprender-se, fazer caridade”) diversos modelos como apoio, tem para todo o gosto (ninguém fica descontente): - Pai de santo, pastor, padre, monge, cartomante, médium, (os modelos mais atualizados encontram também na versão feminina). Tudo depende da necessidade do irmão (cliente, ops... vitima, rs).

Digamos que os seres humanos mais entendidos nos assuntos espirituais têm aptidão aguçada para ver, ouvir e conversar com os espíritos vindos do alem.

Os profissionais em assuntos espirituais sabem o que os necessitados de ajuda querem ouvir... É só pedir: - As mais jovens procuram pelo namorado (ex), ”trago seu amor de volta”, rs, as mais senhoras pedem auxilio para tirar a amante do caminho, e vice-versa, rs, os casais procuram auxilio para curar doenças ou tirar o filho das drogas, lutas incessantes contra doenças em geral, desde os mais jovens aos idosos... A procura pela vitória do time de futebol do coração é grande, reza-se ate mesmo para ganhar na loteria, tirar notas boas no colégio, existem promessas para arrumar um emprego!

O ser humano é admirável, pois é muito habilidoso e criativo... Existem servos do senhor Jesus que tem habilidade em conversar em línguas estranhas (porta voz do capeta!), não é língua estrangeira não é “estranha”, às vezes é a comunicação do espírito santo (sei lá).

Para que termos princípios, ética, dignidade, se Deus salva e perdoa tudo, basta se arrepender de coração e pedir perdão!

O caminho é simples e fácil tudo depende das atitudes dos seres humanos.

Mas quando almejamos alem do que poderíamos ter, nos tornamos insatisfeitos e a culpa é toda de Deus.

A responsabilidade é de Deus ele é o nosso pai eterno, somos todos filhos de Deus.

Simples assim e bem fácil, o ser viveu e morreu (a mais de dois mil anos atrás), tornou-se um ícone e mais do que isso, símbolo de paz, fraternidade, amor, esperança, charlatanismo, comercio, manipulação, exploração e já que o ser humano não está aqui para se defender ele é o culpado de tudo.

Você já viu quantos seres humanos que procuram por Deus para ter algum beneficio próprio? É só pedir que ele atende, se você não receber a encomenda é porque não merece (tem de fazer por merecer).

Quantos seres humanos você conhece que não pedem nada a Deus?

É um sistema de barganha, vou ate uma igreja rezar para “SE DEUS QUISER” eu alcançar a graça desejada!

Se não é hipocrisia absoluta qual nome posso dar a tais atitudes?

Podem reclamar espernear, mas eu falei e pronto.

Estou feliz em dizer que o ser humano é mesquinho.

Eu não tenho interesse em ir para o paraíso!

Beatas e afins que criticam a si mesmas, e aos demais que divergem de suas opções religiosas... Podem criticar a minha opinião, pois eu estou criticando abertamente a opinião dos seres religiosos. E eu não tenho fé, religião e muito menos acredito em Deus ou Jesus, demônios, anjos, santos ou qualquer balela do gênero, aff...

Acredito que existem diversos casos de seres humanos que necessitam de tratamento psiquiátrico rigoroso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário