quarta-feira, 19 de maio de 2010

Funcionário padrão do tipo esdrúxulo

Cenas diárias da novela da vida privada no comercio em geral são revoltantes.

A falta de dignidade, ética e bom senso no atendimento ao cliente, são gritantes.

Clientes são submetidos ao atendimento de funcionários totalmente desprovidos de paciência, educação, humildade e simpatia.

A clientela desavisada fica a disposição de uma espécie raríssima de péssimos funcionários. Seres desqualificados e maldosos, literalmente burros, ignorantes e incompetentes!

Não existe empatia nesse caso, o cliente é apenas um acessório desvalorizado.

Honestidade, bom humor e respeito é balela. O importante é vender. O dia seguinte é apenas mais um dia, o importante é vender.

O cliente ideal é aquele que compra paga, não faz perguntas, muito menos exigências, nunca reclama e não pensa! Demorar em se decidir é crime, gera careta, sorriso amarelo e diversos suspiros desalentadores... Chacotas, brincadeiras estúpidas, piadas sem sentido ocupam o tempo ocioso destes funcionários que não evoluem por não possuir perspectiva de vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário