sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Santinha com salto de borracha

Os desavisados acreditam piamente que sou uma espécie rara...

Uma perola! Uma idiota! Uma criatura inocente!

Um anjo!

Uma patricinha mimada!

Quantos elogios... Chega a ser cansativo...

Sou apenas um docinho meio amargo de se engolir, ou seja, uma flor de jiló!

Sou duas caras! Rsrsrs... Um demônio!

Sou filha única seria uma boa definição...

Não desperdiço tempo ou oportunidade debatendo...

Apenas observo, analiso e o fato esta consumado.

Ser um ser humano egoísta e premeditado é algo que se desenvolve com o tempo e através da convivência com seres astutos.

Ser legal... Ser bondosa... Para que?

O interessante é ser muito FDP...

É divertido ser sacana!

O fato de observar aquele ser cretino e traidor se engasgar com o próprio veneno é divino!

É pura maldade dar corda para quem quer se enforcar...

Mentir para quem mente descaradamente...

É cansativo ficar enroladinha esperando o exato momento de dar o bote e engolir o boi!

Eu dou o tapa e depois escondo a mão... Eu não... Agora eu arranho e escondo a mão!

Fazer palhaçada e rir da cara do palhaço é mais gostoso!

Aprendi que se o ser humano está caído... Foi ele, quem escolheu entrar no buraco, então ele que se vire para escapar de onde entrou... Não dou a mão para nenhum tipo de idiota, com cara de cachorro que caiu da mudança.

Nada de estar ao lado de ninguém... Meu lugar é encima de um belo salto!

Nenhum comentário:

Postar um comentário